Leitura comentada  | Fio de Prata

Olá,

Nesse novembro arredio, Lunna Guedes e Suzana Martins comentam o delicioso livro de contos de Margarida Montejano: Fio de Prata… no instagram da Scenarium.

O Fio de Prata reúne sete contos ilustrados pelo artista plástico Ruy Assumpção, compostos por experiências reais e imaginárias, permeadas pela fantasia que a poética da vida e da literatura ilumina. Nos contos, o leitor encontrará lampejos de memórias do universo feminino que conduzem, de forma livre, à reflexão.
Os contos do Fio de Prata, publicados pela Scenarium, livros artesanais, abordam a vida na tênue linha da existência.

👉 Anota aí, dia 18 de novembro, às 19h30

Plural Seja gentil

Margarida Montejano

Num encanto de encontro,
um aceite prazeroso. Um beijo!
Uma gentileza que azeitou o meu tempero,
adoçou o meu café,
deu ponto,
no meu risoto de queijo.
Nota mil!

Puxou a minha cadeira,
abriu, para mim a porta,
mandou flores em dia comum!
Óh vida prazenteira
que me presenteia em campos floridos,
sem pedir retorno algum!

Grata, óh mãe natureza que, seja noite ou seja dia,
me ama com poesia e me adorna, com total gentileza!

Quem dera, óh tempo presente!
Que a vida seja gentil, com esse povo sofrido,
que clama por paz,
Amém!

Margarida Montejano

Margarida Montejano, mora em Paulínia, SP. Supervisora Educacional na Rede Municipal de Campinas, Poeta e Escritora. Pedagoga, Ms em Educação PUC Campinas, Dra. em Educação pela Unicamp; Pesquisadora do Loed/Unicamp; Coautora do Livro “Cotidiano, Poesia e Resistência” — Editora Siano; Poemas publicados nas coletâneas “Nascer pela segunda vez” e, Estrada para os domingos”, pela Scenarium Livros Artesanais e, Produtora do Canal Literário — N’outras Palavras — histórias que inspiram, no Youtube.

Instagram
@montejanomargarida

Facebook
https://www.facebook.com/margarida.montejano

Youtube
https://m.youtube.com/channel/UCf7_hNtRpK3XWkvevWoE8Sw

O Fio de Prata reúne sete contos ilustrados pelo artista plástico Ruy Assumpção, compostos por experiências reais e imaginárias, permeadas pela fantasia que a poética da vida e da literatura ilumina. Nos contos, o leitor encontrará lampejos de memórias do universo feminino que conduzem, de forma livre, à reflexão.
Os contos do Fio de Prata, publicados pela Scenarium, livros artesanais, abordam a vida na tênue linha da existência.

Com vocês: Fio de Prata

R$ 34

Coletivos da Scenarium

Contos

Coordenado pela editora Lunna Guedes

scenariumlivrosartesanais@gmail.com

Outro gênero literário que optamos publicar… contos. Os nossos livros tem, no máximo, 20 contos amarrados com fitas de cetim… O projeto gráfico é desenvolvido em cima do conteúdo selecionado para publicação para manter a característica principal de nossos projetos: o elemento experimental o que faz com que cada livro será único…

amor expresso

elaborada com grãos de música, poesia e cinema, como revela a “cafégrafia” ao final do livro.
Histórias que estão ali desde sempre, mas que nem sempre são notadas. Flagrantes de quem somos, poderíamos ou ainda queremos ser neste mundo de obrigações pré-fabricadas, em que mal temos tempo para um café”.

Abecedário

Abecedário, livro de contos em que o autor, Caetano Lagrasta, descreve a mesquinha realidade diária de homens e mulheres esmagados pela falta de perspectiva. Escrito nos anos 60, cinquenta anos depois a mesma cidade, as mesmas máquinas e as mesmas repartições públicas ainda pesam sobre os personagens, com o incômodo da alma que se agiganta dentro de roupas e sapatos herdados dos irmãos mais velhos.

No Abecedário, amanhã é sempre segunda-feira.

Rua 2

Pelos contos da Rua 2 passeiam personagens que se conhecem-desconhecem em sentidos contrários e direções marcadas. Vida e morte se confrontam nessa via de mão dupla. Pertencem ao mesmo caminho. Têm a mesma intensidade e propósito — provarem-se a si como senhores do Mundo/Periferia paulistana — ilusão real de todos nós, ao rés do asfalto.

O amor sem mestre

“O Amor sem mestre” conta a história de uma jovem romântica. Luziana, como muitas meninas apaixonadas, imaginava viver um conto de fadas. Mas a carruagem virou abóbora muito antes da meia-noite. Sem fada madrinha ou sapatinho de cristal, ela precisou encarar o sapo que beijou pensando ser um homem.

Fio de Prata

O Fio de Prata reúne sete contos ilustrados pelo artista plástico Ruy Assumpção, compostos por experiências reais e imaginárias, permeadas pela fantasia que a poética da vida e da literatura ilumina. Nos contos, o leitor encontrará lampejos de memórias do universo feminino que conduzem, de forma livre, à reflexão.
Os contos do Fio de Prata, publicados pela Scenarium, livros artesanais, abordam a vida na tênue linha da existência.